Notícias de última hora

STJ recebe pedido de abertura de inquérito sobre Alckmin




O STJ (Superior Tribunal de Justiça) recebeu na quarta-feira (22) um pedido de instauração de inquérito para investigar o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Ele é acusado de receber, por meio de um cunhado, recursos de caixa dois da empreiteira Odebrecht nas eleições de 2010 e 2014. 
O pedido foi distribuído para o gabinete da ministra Nancy Andrighi, que relatará o caso. Ela deve decidir se autoriza a abertura. 
O envio do procedimento à corte foi avalizado pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), relator da Lava Jato. Governadores têm foro privilegiado e respondem ao STJ. 
O pedido de abertura de inquérito foi antecipado pela Folha de S.Paulo. Ele foi feito pelo Ministério Público Federal e tramita até o momento em segredo de Justiça. 
O nome do governador não aparece na página do tribunal que permite o acesso e a consulta a processos. A corte informa apenas que o "requerido", ou seja, o alvo da investigação, está "em apuração". 
Nesta semana, parlamentares do PT foram à PGR (Procuradoria-Geral da República) para reclamar da lentidão de investigações contra Alckmin no âmbito da Lava Jato. 
Delatores da construtora Odebrecht disseram ter pago cerca de R$ 10 milhões, em caixa dois, para campanhas dele ao governo do Estado de São Paulo. Um cunhado de Alckmin teria recebido os valores. 
A Procuradoria informou aos parlamentares petistas que ainda não havia recebido, do STF, o conteúdo das delações. E informou ainda que os procedimentos em relação ao governador seguiam em sigilo.

Nenhum comentário