segunda-feira, 6 de março de 2017 | h

Jovem colombiano vê vida mudar depois de ajudar vítimas do voo da Chapecoense


Johan Alexis Ramirez, 15 anos, viu sua vida mudar depois de ajudar a socorrer as vítimas do voo da Chapecoense. O colombiano, que vivia em um barraco junto com a família, teve a morada totalmente reformada. A casa ganhou novos cômodos e móveis além de 71 mudas de plantas - mesmo número dos mortos na tragédia. "Agradeço por poder salvar algumas pessoas. Esse é o melhor presente que alguém pode ganhar", disse em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. 


Johan Alexis Ramirez, 15 anos, posa ao lado da sua nova casa

Ele e o pai assistiam televisão no momento que o avião do time brasileiro caiu. O local do acidente fica a quatro minutos da casa da família. Como conheciam a região, foram eles que ajudaram os bombeiros e socorristas a chegarem mais rápido ao avião. Seis pessoas foram resgatadas com vida.

De acordo com o jovem, a vida dele mudou muito depois do acidente, que aconteceu em novembro do ano passado, nos arredores de Medellín. Além da reforma da casa, ele também ganhou uma bolsa que garantirá a conclusão dos seus estudos. "A solidariedade de tá recompensas", finalizou.

Barraco onde antes vivia família de Johan Alexis Ramirez

Por seus esforços durante a ação de salvamento das vítimas, ele ainda foi condecorado pelo governo brasileiro com a Ordem Rio Branco, mais alta condecoração da diplomacia reservada a pessoas que tenham feito serviços meritórios.Há menos de um mês, ele conheceu a Fundação Real Madrid para conhecer o centro de treinamento do clube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bahia Destaque 2015-2016 - Tema Desenvolvido Por YFOXXV