quinta-feira, 26 de janeiro de 2017 | h

Vice-presidente do Flamengo é preso em nova fase da Lava-Jato no Rio




  Flávio Godinho, atual vice-presidente de futebol do Flamengo, foi preso na manhã desta quinta-feira (26) em nova fase da Operação Lava-Jato no Rio de Janeiro.
  Godinho foi, até 2013, sócio de braço-direito de Eike Batista, um dos principais alvos desta nova fase, chamada de Operação Eficiência. No ano passado, ele já havia sido levado coercitivamente para prestar depoimento na primeira fase carioca da Lava-Jato. À época, havia minimizado o fato dizendo que havia sido chamado apenas para falar de terceiros.
  A prisão dele nada tem a ver com o trabalho dele no Flamengo. Ele é acusado de ser um dos operadores do esquema das empresas de Eike, através da ocultação e lavagem de dinheiro das propinas que eram recolhidas das empreiteiras que faziam obras públicas no Rio de Janeiro.
  O empresário, que chegou a ser um dos homens mais ricos do mundo, também tem um mandado de prisão em seu nome, mas não foi achado em sua casa. Fernando Martins, que se apresentou como advogado dele, disse que Eike está viajando. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bahia Destaque 2015-2016 - Tema Desenvolvido Por YFOXXV