sábado, 21 de janeiro de 2017 | h

Comunidade está sem abastecimento há 3 meses e usa água suja de poço




Moradores da comunidade de Terra Dura, localizada no distrito de Humildes, em Feira de Santana, cidade que fica a 100 km de Salvador, reclamam que estão há mais de três meses sem água encanada e que, por isso, usam água suja de um poço.

          Mecânico continua pagando as contas, mesmo sem
             água encanada (Foto: Reprodução/TV Subaé)

Um dos 500 moradores que estão sem abastecimento de água é o mecânico José Pedro de Jesus, que ainda diz que as contas continuam a chegar, e mais caras que o normal. "Era menor. Era R$ 90, R$ 80, R$ 70", afirma o morador, enquanto mostra uma conta de R$ 152,52.
"Continuo pagando para manter meu nome limpo. Sou um cara direito, não gosto de dever, e também para reivindicar meus direitos”, afirma José.
A lavradora Viviane Araújo passa pela mesma situação. Ela disse que já procurou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) várias vezes e que a empresa chegou a enviar carro pipa para o local, mas que a quantidade não é suficiente para atender a demanda. “O carro chegou aqui para abastecer, mas não abasteceu muitas casas", falou a lavradora, que lembra do último dia que teve água encanada em casa.
"O último dia que caiu água aqui em casa foi no Dia das Crianças, em 12 de outubro. É muita dificuldade a gente sem água aqui”, falou Viviane.

José mostra conta de R$ 152,52, mesmo sem ter abastecimento de água (Foto: Reprodução/TV Subaé)

Para conseguir água para as atividades básicas, os moradores de Terra Dura caminham meio quilômetro até uma chácara abandonada onde há um poço artesiano. Além de ter que esperar na fila, a qualidade da água é duvidosa. "O gosto dela é ruim. ´É gosto de lama", afirma a dona de casa Fabiana de Jesus.

Viviane se emociona ao falar sobre as dificuldades
que enfrenta com a falta de água (Foto: Reprodução
/TV Subaé)

Segundo os moradores da comunidade, a Embasa instalou um equipamento há quase quatro meses para aumentar a pressão da rede de abastecimento e a água chegar mais forte em Terra Dura. O problema é que até hoje o equipamento não está funcionando.
A assessoria da Embasa em Feira de Santana informou que até março deverá colocar o equipamento para funcionar, e que estuda a possibilidade de alugar um gerador de energia, enquanto a Coelba não faz a ligação. Já a Coelba, informou em nota que o pagamento pela ligação da energia foi feito neste mês pela Embasa, e que, de acordo com o contrato, teria até maio para fazer a ligação, mas que fará o serviço até março.
Sobre as contas de águas, a empresa afirmou que pode cancelar a cobrança para quem comprovar que ficou mais de 20 dias ininterruptos sem abastecimento. Ainda segundo a Embasa, não há como aumentar o número de carros-pipa enviados à comunidade.


Água que moradores pegam em poço é suja (Foto: Reprodução/TV Subaé)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bahia Destaque 2015-2016 - Tema Desenvolvido Por YFOXXV