sexta-feira, 28 de outubro de 2016 | h

Acusado de tocar fogo e matar idoso na Bahia pega 19 anos de prisão


Gerônimo foi condenado a 19 anos e 9 meses de prisão (Foto: Reprodução/TV Subaé)

O homem acusado de tocar fogo e matar o comerciante Manuel Carlos Santana, de 61 anos, em 2014, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador, foi condenado a 19 anos 9 meses de prisão, após julgamento realizado nesta quinta-feira (27).
O julgamento começou por volta das 8h, no Fórum Felinto Bastos e foi conduzido pela titular da vara do júri, Márcia Simões Costa. Os advogados de defesa recorreram da decisão.
O acusado, Gerônimo Navarro da Silva já está preso há dois anos. De acordo com a polícia, Gerônimo torturou e algemou o idoso antes de o queimar vivo, em outubro de 2014. Dias depois do crime, Gerônimo, que na época tinha 29 anos, foi preso no município de Santo Estêvão, que fica a 40 quilômetros de Feira de Santana. Ele confessou a autoria do crime.
Ainda de acordo com a polícia, o assassinato foi motivado por vingança, porque o imóvel da mãe de Gerônimo foi leiloado por causa de dívidas da antiga proprietária, que era a esposa da vítima.
Comerciante teve 99% do corpo queimado (Foto: Reprodução/TV Subaé)Comerciante teve 99% do corpo queimado (Foto:
Reprodução/TV Subaé)
Caso
O comerciante morreu em 19 de outubro, um dia após o ataque. Após ser queimado em seu estabelecimento comercial, a vítima saiu pela rua com o corpo em chamas e foi socorrido por vizinhos. Ele chegou a ser internado, mas não resistiu aos ferimentos.
A delegada Ana Cristina acredita que o comerciante tenha sido vítima de vingança, já que ele, a princípio, não era o alvo do criminoso. Manoel Carlos teve 99% do corpo queimado. O corpo da vítima foi enterrado, em 22 de outubro, em São Bernardo do Campos, interior de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bahia Destaque 2015-2016 - Tema Desenvolvido Por YFOXXV