Notícias de última hora

'Me sentindo impotente', diz mãe de jovem brasileira detida nos EUA

A roraimense Liliana Matte foi detida no aeroporto de Miami após tirar uma selfie (Foto: Reprodução/Facebook/Liliana Matte)

A mãe da brasileira Lilliana Matte, de 17 anos, detida pela imigração dos EUA no dia 22 de agosto, disse que está desde segunda-feira (29) em Chicago e que ainda não conseguiu ver a filha. "Estou me sentindo impotente, triste e com saudade da minha filha", afirmou Anaide Matte nesta quarta-feira (31) ao G1.
A suspeita da mãe é que a garota tenha sido impedida de entrar no país por represália, após tirar uma selfie em uma área restrita do aeroporto Opa Locka Executive, em Miami. A garota voltava de uma viagem de Bahamas com amigas quando foi detida.
Oficialmente, autoridades americanas informaram à família que a garota foi detida pois era menor e estava viajando sozinha. A mãe dela, no entanto, afirma que Lilliana possuía toda a documentação necessária para entrar no país desacompanhada.
Desde que chegou ao país, Anaide já procurou a embaixada brasileira e tentou contato com a filha, mas sem sucesso. Na segunda-feira, o Itamaraty informou que os motivos da prisão da adolescente estavam sob sigilo, conforme determina a legislação dos EUA.
"Solicitei uma visita, mas não obtive resposta da imigração americana. Estou aguardando para encontrar minha filha", disse a mãe.
Oficialmente, autoridades americanas informaram à família que a garota foi detida pois era menor e estava viajando sozinha. A mãe dela, no entanto, afirma que Lilliana possuía toda a documentação necessária para entrar no país desacompanhada.
Anaide diz que em contato com a embaixada brasileira no país foi informada de que a previsão é que Lilliana possa voltar ao Brasil na próxima semana.
"Ela [Lilliana] sabe que estou aqui. Ela me ligou na segunda-feira quando estava decolando de Caracas [na Venezuela] e chorou ao saber que eu estava vindo", contou Anaide.
A reportagem entrou em contato com a assessoria do Itamaraty para saber se a audiência que deve decidir sobre o retorno da jovem já tem data marcada e aguarda retorno.

Detenção em aeroporto
A adolescente roraimense Lilliana Matte foi detida no aeroporto Opa Locka Executive, em Miami, no dia 22 de agosto e transferida para o abrigado para menores em Chicago dois dias depois. A mãe da jovem, Anaide Matte, suspeita que a filha tenha sido impedida de entrar no país após tirar uma selfie em uma área restrita do aeroporto.
À reportagem, Anaide disse que a filha foi para os Estados Unidos a passeio e que estava com passagem marcada de volta para o Brasil no dia 1º de setembro, quando a garota, que foi eleita Miss Brazil Model 2015, passaria o título à vencedora do concurso de 2016.
Segundo a mãe, Lilliana está 'desesperada'. "Falei com ela no dia 23 [no dia seguinte após a detenção] e ela estava em desespero, em prantos, sem entender o que estava acontecendo, pedindo para eu ir logo tirar ela dessa situação", relatou.

Nenhum comentário