Notícias de última hora

Em carta emocionante, Daniel Alves se despede da torcida do Barça




O lateral-direito Daniel Alves se despediu oficialmente do Barcelona. Nesta quinta-feira (2), após a equipe catalã confirmar a saída do brasileiro do seu elenco, Dani escreveu uma carta para a torcida blaugrana e a publicou através do seu perfil na rede social Instagram. "Sou um privilegiado, um futebolista trabalhador e honrado, a quem a vida permitiu vestir a camisa do melhor clube do mundo", disse emocionado.
Daniel defendeu por oito anos a camisa azul-grená e se tornou um dos grandes vencedores da história do Barcelona. Foram seis Campeonatos Espanhóis, quatro Copas da Espanha, três Ligas dos Campeões, quatro Supercopas da Espanha, três Supercopas Europeias, além de três Mundiais de Clubes da Fifa. O jogador, que está com a Seleção Brasileira para a disputa da Copa América Centenário, assinou com a Juventus por três temporadas.
Em seu post de despedida, Daniel deixou claro que está em busca de um novo desafio. "Com esta carta não me despeço, só quero que saibam que tomei a decisão de buscar um novo desafio na minha carreira", afirmou. Segundo o jornal "La Gazzetta dello Sport", Daniel Alves deve receber R$ 14 milhões por temporada.
Confira o post na íntegra:
Em um mês fará oito anos de minha chegada ao Barcelona. Em julho de 2008, entrei pela primeira vez neste clube e vesti a camisa em que vivi as melhores e mais importantes conquistas da minha carreira profissional. Desde o primeiro dia, desde o primeiro treinamento e as ordens de Pep Guardiola, até o último desta temporada que se passou tive a sorte de poder desfrutar apaixonadamente do futebol. Tenho dezenas, centenas, milhares de imagens gravadas na mente de momentos compartilhados com todos vocês no Camp Nou, desde a grama dos grandes estádios mundiais, até as ruas de Barcelona... Tantas celebrações de gols, tanta felicidade em forma de títulos.
Sou um privilegiado, um futebolista trabalhador e honrado, a quem a vida permitiu vestir a camisa do melhor clube do mundo em uma década prodigiosa pela qualidade de seus jogadores e treinadores. Poderia mencionar um a um todos os extraordinários companheiros com quem tive o prazer de superar problemas e dificuldades nas múltiplas formas em que se apresentaram ao longo do tempo, mas prefiro lhes dar um agradecimento conjunto, porque no vestiário do Barça não há lugar para individualidades: ganhamos todos, perdemos todos. E trabalhamos juntos... Presidentes, "professores", corpo técnico, trabalhadores do clube. A todos eles, muito obrigado porque sempre vi meu esforço sendo recompensado com sua confiança e apoio.
Com esta carta não me despeço, só quero que saibam que tomei a decisão de buscar um novo desafio na minha carreira, porque as etapas - também as que são bonitas e gloriosas - hão de se abrir, desfrutar e acabar quando o momento se faz necessário. E meu momento é este. Me vou, mas voltarei, porque sou mais um culé. Obrigado por fazerem eu me sentir tão estimado.

Nenhum comentário