Notícias de última hora

Direitos e acessibilidade são destaques em Sessão sobre a Fundação Regina Cunha


                     

Com depoimentos emocionantes sobre a atuação da Fundação Regina Cunha (Furc) na vida das pessoas e a importância da reabilitação visual como direito garantido, a Câmara de Vereadores de Itabuna promoveu, na tarde dessa terça-feira, 7, uma Sessão Especial requerida pelo vereador Glebão. Representantes do Ministério Público, da Associação de Cegos, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e da Prefeitura participaram da ampla discussão realizada na Sala de Comissões Técnicas Filemon de Souza Brandão.
A Fundação Regina Cunha é uma entidade sem fins lucrativos que recebeu, em 2015, o reconhecimento de Utilidade Pública pela Câmara de Vereadores, sobretudo, pela brilhanteatuação no sentido de valorizar a cidadania e a qualidade de vida, por meio da assistência e da promoção da saúde ocular. A principal meta da instituição é a erradicação da cegueira evitável.
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há cerca de 500 pessoas cegas em Itabuna e 7 mil com deficiência visual.  Para a diretora da Furc, Ive Cunha, elas convivem com várias situações críticas e que precisam ser avaliadas na cidade. “São vários problemas, mas, hoje, o nosso foco aqui na Sessão foi tratar da reabilitação visual como um serviço que deve ser disponibilizado pelo município por meio do Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse. Desde 2013, a Fundação oferece atendimento de reabilitação com o apoio de um médico e em virtude da grande carência da sociedade, sobretudo, no atendimento de crianças entre 0 e 3 anos, fase em que a assistência é decisiva.   
Pessoas com deficiência visual também relataram na Sessão a necessidade de mais acessibilidade, melhor tratamento nos hospitais, agilidade na realização de exames e calçadas mais acessíveis. O presidente da Associação de Cegos, Jaider Pimentel, solicitou ainda o apoio do Poder Público para que a Associação e a Furc possam contar com esportes adaptados para cegos, a exemplo do Goalball, modalidade concebida para a prática de pessoas com deficiência visual.  
 Representando o secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, o diretor de Média e Alta Complexidade, Adriano Pereira, destacou algumas ações da Secretaria Municipal, a exemplo do trabalho desenvolvido pelo Centro de Reabilitação e Desenvolvimento Humano (Creadh). Na ocasião, ele se responsabilizou em enviar algumas respostas solicitadas pelos parlamentares sobre o atendimento oftalmológico em Itabuna. Como desdobramento da Sessão, também serão agendadas reuniões com as secretarias municipais de Saúde, Esporte, com a diretoria da Creadh e com um representante da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito. O convite foi feito ao setor, mas ninguém compareceu à Sessão.

Nenhum comentário