Notícias de última hora

Itapebi: CPP de Francisco Brito pode não passar


O prefeito afastado de Itapebi, Francisco Antonio de Brito Filho, (PSC), poderá ter seu futuro político e, mais, o comando do Executivo municipal, definitivo, decididos na próxima sessão.
O julgamento do processo poderá ocorrer, a partir das 15h, na sede da Câmara. Na prática, os 09 vereadores decidirão, em votação nominal, se as denúncias feitas contra a gestão do peemedebista procedem ou não.
A denúncia para abertura da CPP é do cidadão Erisvaldo Honorato de Medina e será apresentada após ser lida em plenário contra o prefeito por irregularidades na administração referente desvio de verba pública federal, no valor de R$ 234.185,58, para aquisição de ônibus escolar.
De acordo com informações, a abertura e formação da comissão para votação da CPP poderá não acontecer na tarde desta terça-feira (10). O jurídico da câmara municipal, disse que está analisando se a petição do pedido de CPP está dentro dos tramites legais. Segundo informou o Doutor Luciano Genner, advogado da câmara municipal de Itapebi, “A denúncia tem que ser feita de acordo com o artigo 4º do decreto lei 201/67, tem que ser de forma escrita formulada por eleitor, tem que expor os fatos, indicar as provas dos fatos alegados, pois tem que ser da forma mais clara possível para não prejudicar a defesa, se não tiver esses requisitos ela é inépcia, terá que ser corrigida”. Explicou o advogado Genner.
Conforme informações de bastidores, a CPP pode não passar por outros motivos, e não por não está com seu texto dentro dos tramites da legislação. Segundo esses informantes, alguns vereadores foram ameaçados para não votar a favor da CPP e diante do exposto, já começaram a torcer por possíveis divergências no texto da petição.
A reportagem do Itapebi Acontece procurou os vereadores Leonardo Ribeiro (PSB), (Presidente da Câmara Municipal), Paulo Henrique de Almeida (PP) e Plinio Correia (PSD), quando obteve as seguintes informações:
Plinio disse que se a CPP entrar na pauta ele votará sim a favor da CPP o mesmo disseram os vereadores Leo de Noeme e Paulo Mão de Quiabo.
A expectativa é de uma câmara municipal  cheia de pessoas para saber se o prefeito afastado  será ou não cassado em definitivo pelos vereadores.
Fonte: Itapebi acontece

Nenhum comentário