Notícias de última hora

Bahia sai na frente com teste para diagnosticar Zika vírus em 20 minutos


 
A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) apresentou, nesta terça-feira (31), um método pioneiro no diagnóstico do Zika vírus. O dispositivo recebeu registro para produção e comercialização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na segunda-feira (30). 
 
Para o titular da pasta, Fábio Villas Boas, o mérito do Estado da Bahia foi se antecipar e procurar métodos de identificação logo nos primeiros casos que levantaram dúvidas sobre a discriminação de dengue, zika e chikungunya. 
 
“Encontramos parceria com a Coreia em um ano buscando entendimentos para diagnosticar as três doenças. É um ganho que representa inovação. É um teste rápido. Em 20 minutos teremos o resultado”, disse Villas Boas. 
 
O dispositivo é composto por dois cassetes portáteis, que utilizam uma pequena amostra de soro do paciente. O primeiro reage ao anticorpo IgM e identifica infecções recentes, de até duas semanas, enquanto o segundo, que reage ao IgG, identifica se o paciente foi detectado há mais tempo. 
 
Após o aval da Anvisa, e a depender do Ministério da Saúde, a previsão é que em aproximadamente 30 dias os testes estejam disponíveis para a população.
 
O teste rápido permite detectar anticorpos contra o vírus Zika em qualquer fase da doença, o que colabora para o mapeamento epidemiológico de ocorrências, facilitando ações de combate.
 
Com a autorização da Anvisa, a Bahiafarma, fundação ligada à Sesab está apta a atender a demanda do Ministério da Saúde, com previsão inicial de 500 mil testes por mês. 

Nenhum comentário