Notícias de última hora

Itabuna em Guerra, bandidos invadem bairros, atiram e matam


                            

A cidade de Itabuna está em guerra, criminosos estão a solta atirando e matando rivais do mundo crime em função de uma briga pelo território do tráfico de drogas e amostra de quem tem mais poder” de fogo. São rajadas de metralhadora e disparos de pistolas automáticas. Somente nesta noite de sexta-feira (5), os bairros Mangabinha, Banco Raso e Califórnia, foram diversos tiros deflagrados, sendo que uma pessoa foi morta e outra baleada. Até o momento, já são 24 assassinatos em 36 dias de 2016.
O homem morto agora há pouco, ocorreu na entrada do Condomínio Pedro Fontes I, no São Roque. A vítima foi executada a tiros na cabeça. Já no bairro Califórnia, tentaram matar Jefferson Dias dos Santos Costa, de 27 anos, com quatro tiros. Segundo a polícia,dois elementos tentaram levar sua moto, para isso começaram atirar. O rapaz foi levado para o Hospital de Base.
Somente nesta noite, moradores dos bairros mencionados revelam que, foram muitos tiros deflagrados, sempre da mesma forma, os criminosos passam de carro ou moto e atiram aleatoriamente.
                             
                             
A “queda” de uma facção, Raio B é motivo?
Itabuna registrou 24 assassinatos em 2016, 99 por cento das vítimas tinham envolvimento com o crime, são jovens aviões de tráfico de drogas e usuários. Mas uma guerra interna entre facções pode ser um dos fatores dessa matança. A “queda” do Raio B, grupo liderado pelo traficante Bartolomeu Rocha Mangabeira, o “Bartô”, preso em Mato Grosso, na Penitenciária Federal, após uma transferência em março de 2013.
Quando se fala em fim de um lado, se deve pela criação de outra facção criminosa, nesse caso, o DMP, grupo formado por remanescentes do Raio B, aviões, soldados do crime e gerentes que não querem mais seguir a liderança anterior, com essa quebra de braço, ameaças e mortes começaram acontecer há 2 anos, em Itabuna. Porém, a invasão de território está ficando cada vez mais acirrada.
De acordo com informações colhidas pelo Plantão Itabuna, bairros que antes eram comandados pelos criminosos do B, agora não são mais, para isso, os que aceitam sobrevivem, os que se recusam vivem na berlinda. (Plantão Itabuna)

Nenhum comentário