Notícias de última hora

Ponte Ilhéus-Pontal pode sair do papel

No último sábado (23) o governo publicou no Diário Oficial o primeiro resultado da nova licitação da Ponte Ilhéus – Pontal em Ilhéus. Três licitantes foram classificados nesta etapa que leva em conta apenas o valor total da obra: OAS, Construtora Cidade e o Consórcio Heleno & Fonseca. O menor preço foi apresentado pela OAS.
 
Ainda em fase preliminar, as classificadas têm cinco dias para recorrer e pedir a impugnação das concorrentes. O governo estima investir R$ 120 milhões nesta intervenção que tinha previsão inicial de entrega em julho de 2015. 
 
O prazo inicial foi estipulado pelo então governador Jaques Wagner em junho de 2013 quando assinou a ordem de serviço para a construção da ponte. Na ocasião, os investimentos previstos eram de R$ 165 milhões. A empresa vencedora do certame foi a Constran, braço da UTC engenharia, contudo, os problemas financeiros em decorrência das denúncias de corrupção no âmbito da Operação Lava Jato fizeram com que a construtora abandonasse a obra. Não se sabe se haverá ressarcimento e tampouco qual o tamanho do prejuízo.
 
Se não houver pedido de impugnação, as obras terão início na primeira quinzena de março. Será um alívio para a população de toda a região sul da Bahia que hoje conta apenas com a ponte Lomanto Jr.
 
O projeto novo é de uma ponte estaiada sobre o Rio Cachoeira com extensão de 533 metros, e Sistema Viário de Acessos ao Porto do Malhado, Distrito Industrial e futuro Porto Sul, totalizando 2,74 km.

Nenhum comentário