Notícias de última hora

Mulher que atropelou e matou turista em Porto Seguro diz não saber o que aconteceu

A coordenadora de eventos Stela Adamo de Almeida, 34 anos, acusada de atropelar e matar uma turista em Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia, disse não lembrar do que aconteceu no momento do acidente. Ela foi ouvida nesta quarta-feira (30) pela Polícia Civil.

Segundo o titular da Delegacia de Proteção ao Turista de Porto Seguro (Deltur), Rafael Zanini, a mulher disse que perdeu o controle do veículo, mas não soube informar o que poderia ter provocado o acidente. "Ela estava muito nervosa durante o depoimento, muito emocionada, e disse ter tido um lapso de memória. Não lembrava do que aconteceu", contou o delegado. 
Ainda segundo ele, foi solicitado um exame de alcoolemia "mas testemunhas disseram que ela não parecia estar alcoolizada, apenas nervosa logo após o acidente", afirmou Zanini.

Stela foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Porto Seguro e terá que pagar uma fiança de R$ 8 mil para deixar a carceragem da delegacia. Ela trabalha na produção de eventos da empresa Congrega Bahia, que fica em Porto Seguro, e estava voltando de uma almoço, em Trancoso, quando perdeu o controle do carro. 

Turistas aguardavam por amigo no momento do acidente
Gabriele Linhares Lima, 23 anos, é natural de Brasília, mas estava em Porto Seguro desde o último domingo (27), quando ela e um grupo de amigos alugaram duas casas em Arraial da Ajuda. 

Na terça-feira (29), parte do grupo de amigos fizeram uma festa em uma das casas.Gabriele e o namorado dela, Joelmo Dantas, participaram do vento e, por volta das 16h, resolveram voltar para a onde estavam hospedados.

De acordo com o delegado Zanini, o casal saiu do imóvel e ficou aguardando por um outro amigo. Neste momento, Stela surgiu em um veículo Fiat Doblô desgovernados e atropelou Gabriele e Joelmo. O rapaz teve ferimentos leves. A turista ficou gravemente ferida, foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas morreu antes de chegar ao hospital. 

Nenhum comentário