Notícias de última hora

Del Nero deu R$ 1,3 mi em dinheiro para ex-mulheres; Carol Muniz também recebeu



  


O presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero, 74 anos, deu R$ 1,3 milhão em dinheiro para duas ex-namoradas e também para a ex-mulher desde 2014, de acordo com informações publicadas pela Folha.  A publicação afirma que os valores foram revelados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda. 
O dirigente usou dinheiro em espécie para fazer as doações. Segundo o órgão, os repasses não foram registrados como transações bancárias. 
A principal beneficiada foi a modelo e apresentadora Carolina Galan, 31. Em 2014, Del Nero repassou R$ 1,1 milhão em doações para a ex-funcionária da Federação Paulista de Futebol. O valor doado à ex-namorada é quase 20% dos rendimentos tributáveis brutos de Del Nero naquele ano.
Vice-presidente da CBF na ocasião, o dirigente ganhou R$ 4,46 milhões em 2014 da confederação comandada na época por José Maria Marin, que está preso no exterior desde maio acusado de corrupção, e da Federação Paulista de Futebol. Na CBF, ele recebeu R$ 3,28 milhões. Já na Federação Paulista, que comandou, o dirigente ganhou R$ 1,18 milhão no ano passado.
A Ex-musa do Bahia, a modelo Carolina Muniz Ferreira, 29, ganhou R$ 130 mil por meio de doação. Já a artista plástica Márcia Baldrati, 69, mãe dos três filhos do dirigente, recebeu doação menor, de R$ 85 mil.
Segundo o jornal, o presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del, Nero admitiu que fez as doações em dinheiro para as sua três ex-mulheres. De acordo com o cartola, todas foram declaradas no seu imposto de renda.
Ele afirmou para publicação que o repasse de mais de R$ 1 milhão para Carolina Galan, que trabalhou por muito tempo como apresentadora da TV FPF, na Federação Paulista de Futebol, foi feito em "processo de separação", "quase uma partilha", segundo o dirigente em depoimento na CPI. do Futebol, na quarta-feira passada (16).
Del Nero afirmou ainda que os R$ 130 mil foram dados para a ex-musa do Bahia para "presenteá-la". O dirigente disse que o dinheiro enviado a Carolina Muniz Ferreira "faz parte da compra de um carro".
Desde o dia 3 de dezembro, Marco Polo Del Nero está afastado da presidência da CBF. Ele foi acusado pelo FBI de fazer parte de esquema de recebimento de propina na venda de direitos de competições no país e no exterior. Del Nero é investigado também pelo Comitê de Ética da Fifa e pela CPI do Futebol, no Senado. Ele pode ser suspenso do futebol pela Fifa.

Nenhum comentário