Notícias de última hora

STF libera busca por filme erótico de Xuxa Meneghel no Google

"Xuxa Menghel" é o mais novo sucesso da Record Bahia (Foto: Divulgação/Rede Record)
Uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) envolveu Xuxa e o Google e favoreceu o site de buscas. A votação da segunda turma da corte avaliou decisão do ministro Celso de Mello, que recusou continuidade à reclamação da apresentadora quanto à divulgação de imagens do filme “Amor estranho amor”(1982). No longa, Xuxa interpreta uma prostituta que vive cenas românticas e sexuais com um menino de 12 anos.
A intenção da equipe de Xuxa é vetar o Google de exibir imagens capturadas do filme nos resultados de buscas. A ação original, movida por ela em 2010, exige que o site não exiba quaisquer resultados para pesquisas com os termos “Xuxa pedófila” ou qualquer variação de combinações que relacionem o nome da estrela de TV com alguma atividade criminosa.
O processo iniciado no Rio de Janeiro teve parecer inicial favorável a Xuxa, mas a decisão foi derrubada por recurso do Google em 2012 no Supremo Tribunal de Justiça. A decisão do STF desta terça era referente a uma liminar da defesa da Rainha dos Baixinhos, que foi negada pelo ministro Mello. Os demais ministros apoiaram o posicionamento do colega.

Um comentário:

  1. aqui tem o video completo sem tarja preta com a cena do filme erótico da Xuxa Meneghel:
    www.gostosashd.blog.br/

    ResponderExcluir