Notícias de última hora

Secretário preso por falsidade ideológica é readmitido com nome real em cidade baiana

(Foto: Reprodução/Políticos do sul da Bahia)

Uma história absurda voltou a ganhar destaque no notíciário político baiano nesta quinta-feira (27). Após ser preso por falsidade ideológica e crime eleitoral e exonerado do cargo de Secretário de Admnistração da cidade de Itapebi, na Costa do Descobrimento, Wellignton da silva Nunes foi readmitido no cargo. Ele havia sido detido na delegacia de Porto Seguro por conta dos crimes.
Welligntos usou o nome do irmão, morto há mais de 20 anos. Ele conseguiu se eleger vereador de Itapebi por dois mandatos com o nome falso. De acordo com a delegada substituta da Polícia Federal em Porto Seguro, Eva Costa, Wellington foi solto na terça-feira (25) depois do pagamento de fiança e vai responder pelos crimes em liberdade.
O prefeito Antônio Francisco de Brito (PSC) explicou o motivo de ter renemeado o homem que foi preso por falsidade ideológica e crime eleitoral. “Não encontrei ninguém para colocar no lugar dele. Ele me ajudou muito. Devo muito a ele”, disse ao site Políticos do Sul da Bahia.
Nesta quarta-feira (26), o gestor foi condenado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) por uso irregular de recursos da saúde no pagamento à Associação do Corpo Clínico da Santa Casa de Vitória, cujo presidente está preso na Polícia Federal que investiga fatos em rede envolvendo desvio de recursos da saúde, educação e transporte em Vitória da Conquista e cidades vizinhas.

Nenhum comentário