Notícias de última hora

PREFEITURA VAI AMPLIAR TESTE RÁPIDO DST NA ATENÇÃO BÁSICA DE ITABUNA

Para planejar a expansão de Teste Rápido para HIV, Sífilis, Hepatite B e C na atenção básica, a Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal de Saúde estão promove um encontro com enfermeiras da rede nesta quinta-feira, entre as 13h 30min e 17 horas, no auditório do Grupo de Apoio a Prevenção da AIDS (GAPA), na Rua Quintino Bocaiuva, 260, centro. Pelo menos 50 profissionais devem participar da atividade denominada Café Científico – Teste Rápido na Atenção Básica.
Prefeitura vai ampliar teste rápido DST na atenção básica de Itabuna - Fotos Gabriel de Oliveira
Prefeitura vai ampliar teste rápido DST na atenção básica de Itabuna
Promovido pelos departamentos de Atenção Básica e de Média e Alta Complexidade, Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento - CERPAT e Área Técnica de Saúde da Mulher,o evento visa discutir como alcançar a meta de oferecer testes rápidos para pacientes em todas as áreas da cidade abrangidas pelas 32 Unidades Básicas de Saúde.Até 2012 os testes somente eram realizados no Centro de Referência em DST/AIDS e Hepatites Virais.
A partir de 2013 foi iniciado o processo de ampliação passando a ser oferecido em quatro unidades básicas de saúde de referência. Do ano passado para cá foram realizados treinamentos pela equipe do Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento e Área Técnica de Saúde da Mulher e os testes passaram a ser realizados em 10 unidades de Saúde. O plano agora é universalizar os testes rápidos para prevenir novos casos de doenças sexualmente transmissíveis.
Para a coordenadora municipal de DST/AIDS e Hepatites Virais, Suse Mayre Martins Moreira Azevedo, a expansão dos testes proporcionará a ampliação do diagnóstico, cuja prioridade são gestantes e pessoas com maior vulnerabilidade às DST/HIV/AIDS."A ideia é não sobrecarregar o serviço e ampliar o acompanhamento de quem seja identificado com resultado positivo" explicou. Nos casos diagnosticados, o tratamento será iniciado na própria unidade do bairro onde mora o paciente.
Suse Mayre acredita que com uma quantidade maior de profissionais realizando o teste será possível à Secretaria Municipal de Saúde atender a maior parte da população. "Essa descentralização e ampliação os testes é muito importante para a população na garantia de mais comodidade e eficiência no serviço. Por isso, é muito oportuna", destacou a coordenadora de DST/AIDS e Hepatites Virais.

Nenhum comentário