Notícias de última hora

Prefeitura de Itabuna investe R$ 1,5 milhão em medicamentos

A Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Saúde recebeu grande quantidade de medicamentos para o reabastecimento da Central de Assistência Farmacêutico (CAF). Com recursos do Fundo Municipal de Saúde mediante de repasses do Governo Federal, foram adquiridos R$ 1,5 milhão como parte de um investimento global de cerca de R$ 2,3 milhões que, além de atender as unidades básicas de saúde e CAPS, contemplará também o Samu-192.
Prefeitura de Itabuna investe R 15 milhão em medicamentos - Foto Gabriel de Oliveira
Prefeitura de Itabuna investe R 15 milhão em medicamentos
Entre medicamentos que já se encontram no estoque da Central de Assistência Farmacêutico estão os recomendados ao tratamento da saúde mental como Fenobarbital, Carbamazepina, Clomipramina 25 mm Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde também começou a repor o estoque destinado às unidades básicas de Saúde com medicamentos básicos prescritos pelos médicos a pacientes como o Omeprazol, utilizados em tratamento de problemas estomacais; anti-inflamatórios, a exemplo de Ibuprofeno, além de creme vaginal Micozanol, usado no tratamento ginecológico e anti-RH, importante medicamento para gestantes que sofrem com a incompatibilidade sanguínea.
Pacientes retiram medicamentos na Central de Assistência Farmacêutico  - Foto Gabriel de Oliveira
Pacientes retiram medicamentos na Central de Assistência Farmacêutico
De acordo com coordenador da Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, Júlio Cardoso, todo o lote passou por uma triagem antes de ser iniciada a distribuição às unidades de saúde. "O procedimento burocrático é necessário para verificar a validade e as condições gerais das embalagens. Agora com a reposição dos estoques a Prefeitura de Itabuna complementa o abastecimento realizado no mês de junho, quando foram distribuídos medicamentos como Amoxicilina, Ampicilina, Diclofenaco e Dipirona em gotas e comprimidos", explicou o coordenador, que destacou ainda a importância da distribuição regular dos medicamentos de saúde mental.
"Atualmente temos cadastrados 9 mil pacientes da saúde mental que dependem desses medicamentos contínuos como o fenobarbital, que é um medicamento anticonvulsivante e bastante prescrito pelos médicos. A carbamazepina é um dos principais fármacos utilizados no tratamento da epilepsia. A atual administração municipal vem mantendo para garantir a distribuição regular da medicação aos pacientes e usuários das unidades básicas de Saúde", finaliza Júlio Cardoso.

Nenhum comentário