Notícias de última hora

Marcelo Odebrecht contrata advogado de Collor no impeachment para defendê-lo

O empreiteiro Marcelo Odebrecht, presidente da construtora que leva o seu sobrenome, decidiu trocar de advogado. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, sua defesa será feita por Nabor Bulhões, criminalista de Brasília, no lugar de Dora Cavalcanti, que foi sócia do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos (1935-2014).
Bulhões atuou na defesa do ex-presidente Fernando Collor no processo de impeachment em 1992 e na do bicheiro Carlos Cachoeira. O defensor já fazia parte da equipe da Odebrecht, mas sua função era tratar da defesa da empreiteira nos tribunais superiores, na capital federal.
Dora passa a cuidar exclusivamente da defesa de Márcio Faria, ex-diretor da Odebrecht que atuava em negócios com a Petrobras. Marcelo Odebrecht não explicou por que fez a troca, mas a atuação da advogada era vista como problemática por executivos que trabalham com Marcelo por causa da agressividade com que tratava o juiz federal Sergio Moro.
O comunicado da troca foi feito pelo próprio empresário nesta quinta-feira (6), durante a visita da advogada ao Complexo Médico Penal do Paraná, que fica na região metropolitana de Curitiba, onde Marcelo está preso.
Dora disse ao diário paulista que a troca é "uma estratégia do departamento jurídico da Odebrecht" e não significa que ela está deixando a defesa do grupo: "Vou continuar no coração do caso, que são os contratos da Petrobras". Segundo ela, a designação de Bulhões para a defesa de Marcelo faz parte de uma estratégia de cada um dos acusados de "ter uma representação individual, para que a defesa possa frisar as particularidades" de cada caso.
Em nota, a Odebrecht disse que "essa representação individualizada possibilitará que sejam respeitadas as particularidades e a autonomia de cada uma das empresas do grupo, bem como de seus executivos".

Nenhum comentário