Notícias de última hora

Justiça da Bahia condena homem que matou mulher após ser chamado de “safado”

A Justiça condenou um homem que matou a esposa após ser chamado de “safado” em Encruzilhada, cidade a cerca de 600 quilômetros da capital baiana. O tribunal do júri, que aconteceu na última terça-feira (4), condenou Jacinto Estevam a 12 anos de prisão pela prática de crime de homicídio qualificado por motivo fútil.
 
Segundo a juíza Janine Soares de Matos, ficou comprovado o motivo fútil porque o acusado Jacinto surpreendeu a vítima, ao atingi-la na cabeça com duas pauladas, sem chance de defesa, daí a qualificação do homicídio. “Como houve confissão, com base no artigo 67 do Código Penal, a pena final restou em 12 anos”, disse a juíza.
 
O réu esteve preso por um período superior a 5 anos e encontra-se foragido. 

Nenhum comentário