Notícias de última hora

Escolas municipais planejam intervenções para elevar aprendizagem

Gestores, coordenadores pedagógicos, professores e pais de alunos estão sendo mobilizados para identificar variáveis que contribuam para a melhoria dos índices de aprendizagem dos alunos da rede municipal de ensino de Itabuna nas avaliações externas do Ministério da Educação - Provinha Brasil e Prova Brasil - e a Avaliação Diagnóstica Interna da Secretaria Municipal da Educação (SEC). Para isso estão sendo planejadas intervenções pedagógicas para que dificuldades em relação ao domínio das competências em Língua Portuguesa e Matemática, bem de leitura e escrita sejam superadas.

Crianças em sala de aula 02 Pedro Augusto

As avaliações são testes padronizados que medem o desempenho dos alunos. As equipes de assessores e técnicos do Departamento de Educação Básica da SEC estão acompanhando sistematicamente as ações executadas pelos gestores e coordenadores pedagógicos das escolas que, a princípio estão sendo orientados a apresentar à comunidade escolar – professores, pais de alunos e funcionários – dados relativos aos resultados das avaliações externas.
"A partir da apropriação destes dados, os atores da escola poderão encontrar soluções e assumir compromissos no enfrentamento da não aprendizagem dos alunos, identificando quais competências os alunos precisam desenvolver", afirma Jamile Bomfim, assessora dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação.
Ela afirma que a intenção da Secretaria da Educação é que as escolas viabilizem mecanismos que assegurem o cumprimento ou superação da meta estabelecida pelo Governo Federal para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Para s Anos Iniciais do Ensino Fundamental a previsão é que o índice avance de 4,2 para 4,5 e para os Anos Finais o previsto é que saia dos atuais 3,4 para o índice de 4,2. Segundo Jamile, existe uma preocupação da SEC para que todos assumam o compromisso visando à melhoria dos resultados da aprendizagem dos alunos, tendo em vista o sucesso do ensino.
O processo de mobilização dos gestores e coordenadores pedagógicos foi iniciado neste mês de agosto e outros encontros estão previstos. Jamile observa que tal movimento é feito na perspectiva de que cada escola conheça seu desempenho como instituição destinada a construir e disseminar conhecimentos, em parceria com a Secretaria da Educação e assumam o Sistema Municipal de Ensino como objeto de avaliação.
As avaliações externas (Provinha Brasil - 2º no e Prova Brasil - 5º ano) serão aplicadas no próximo mês de novembro. Já a aplicação das Avaliações Internas produzidas pela SEC para os 3º, 4º e 5º anos acontecerá no final do segundo semestre letivo.

Nenhum comentário