Notícias de última hora

Detran já gastou quase R$ 1 milhão só com diárias de 'Caravana'


Diretor-geral do Detran, Maurício Bacelar
As diárias pagas a servidores do Departamento Estadual de Trânsito na Bahia (Detran-BA) que integram o programa “Caravana do Detran” já consumiu dos cofres públicos, em apenas oito meses, R$ 895 mil.
A equipe do órgão é composta por 25 funcionários das áreas de administração, fiscalização e educação. As ações já foram desenvolvidas em quase 20 municípios baianos e incluem blitz educativa, com orientação aos condutores, e fiscalizações dos serviços terceirizados.

Caravana do Detran em Ilhéus
À coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, o diretor-geral do Detran, Maurício Bacelar argumenta que as caravanas são necessárias e a fiscalização das auto-escolas, clínicas de exames médicos, fábricas de placas e as vistorias são importantes para reduzir possíveis fraudes. Entretanto, conforme o diário baiano, o órgão de trânsito não divulga dados que comprovem a eficácia da ação para justificar o alto empenho de recursos públicos.
No final do ano passado, o governo do Estado enviou à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) um projeto de lei que reajustava todas as taxas dos serviços prestados pelo Detran. A lei, aprovada pelos deputados estaduais, entrou em vigor no final de março deste ano. A vistoria foi o serviço que teve o maior reajuste, chegando a 145%. O serviço passou de 33 reais para 80 reais. A renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passou de 99 reais para 120 reais. O aumento médio das taxas foi de 55%.
 

Nenhum comentário