Notícias de última hora

Rejeição do governo Dilma na Bahia chega a 84%, aponta pesquisa

Assim como as recentes pesquisas do Ibope, Datafolha e MDA já indicavam o aumento da reprovação do governo Dilma, na Bahia a coisa não é diferente. Entre os baianos, responsáveis por mais de cinco milhões de votos, cerca de 70% dos votos válidos, a rejeição da presidente cresceu surpreendentemente. 
 
De acordo com o levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas, 84,4% dos entrevistados desaprovam o governo. No total, apenas 13,2% dos baianos ouvidos pelo Paraná Pesquisas  aprovam a  administração da petista, enquanto outros 2,4% não opinaram.
 
E não para por aí. A insatisfação aumentou tanto que 68,3% das pessoas entrevistadas são favoráveis ao  afastamento Dilma por impeachment. Já 22,8% são contra a medida, 6,8% são indiferentes e apenas 2% não responderam. 
 
Entre os que mais desaprovam o governo Dilma estão os eleitores entre 16 e 24 anos. Do total dessa faixa etária, 88,6% reprovam e apenas 8,6% avaliam de forma positiva. Já na faixa etária dos 25 aos 34, os índices são, respectivamente, 84,4% e 11,8%. A melhor performance da petista se dá entre as pessoas a partir dos 60 anos: 18,9% delas aprovam a atual gestão; outros 78,5%, não.
 
Na análise baseada na escolaridade, a má avaliação do governo é maior entre eleitores mais instruídos. A reprovação chega a 86,4% com os entrevistados com ensino médio.  Já nos recortes sobre classe social e sexo, o instituto não detectou alterações significativas entre uma faixa e outra, geralmente oscilando dentro da margem de erro da pesquisa, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Nenhum comentário