Notícias de última hora

Planalto temeu que nome de Wagner aparecesse na delação de Pessoa

O ex-governador da Bahia e ministro da Defesa, Jaques Wagner (PT) pode ter perdido influência dentro da cúpula da presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo informações da coluna painel, do jornal Folha de S. Paulo, existiu temor que de que seu nome aparecesse na delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, na Operação Lava Jato.
A delação do dono da UTC ainda irá provocar mais uma “Lista do Janot”, feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal. Ainda segundo a coluna, existe ainda a possibilidade da delação de Pessoa convocar mais procuradores para integrar o grupo que o auxilia na Lava Jato, por conta da abertura de novas frentes de apuração.

Nenhum comentário