Notícias de última hora

Bicampeão pela seleção brasileira, Zito morre aos 82 anos

O futebol brasileiro acordou mais triste nesta segunda-feira (15), após perder o ex-volante Zito, que morreu aos 82 anos de idade, em Santos, onde foi ídolo do time local e chamou a atenção do mundo, jogando ao lado de Pelé no time do litoral paulista.
O ex-atleta ainda não teve causa de morte revelado pelos familiares, mas chegou a ser internado por 32 dias, há menos de um ano, por conta de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), precisando de acompanhamento diário.
Como jogador, Zito conquistou nada menos que os dois primeiros títulos mundiais da Seleção Brasileira, em 1958 e 1962, tendo o Rei Pelé como companheiro no ataque, assim como acontecia no Santos, onde também conquistaram dois mundiais de clubes.
Mesmo depois de encerrar a carreira, Zito continuou trabalhando com o futebol, e descobriu jogadores como Diego e Robinho, repetiram o belo futebol no alvinegro paulista no início dos anos 2000.
Além deles, Neymar, atualmente jogador mais importante da seleção, também foi revelado pela lenda santista e prestou homenagem nas redes sociais ao saber do falecimento. “Agradeço tudo o que fez por mim, por ter acreditado e me ajudado no começa da minha carreira”, postou a estrela do Barcelona em uma rede social.

Nenhum comentário